6 mitos sobre EAD que todo estudante já ouviu
21/11/2019

O EAD está em franco crescimento, não somente no Brasil, mas em várias partes do mundo. O MEC – Ministério da Educação, incentiva o uso e a expansão do EAD, através de portarias e normatizações que vão influenciar o ensino superior e, a partir de 2020, o ensino médio também.

Até 2014, o crescimento médio foi de 18% ao ano e de lá pra cá, estima-se que está em torno de 8% ao ano, mesmo diante da crise econômica vivenciada nos últimos anos. Apesar de tamanha expansão, que envolve instituições consagradas, o preconceito sobre o EAD persiste. Neste artigo, vamos clarear sobre seis mitos que envolvem a modalidade de ensino à distância.

1 – Não dá pra aprender com EAD

Este é, talvez, o mais perigoso dos mitos sobre o ensino a distância. O aprendizado existe sim, tanto quanto num curso presencial. Neste ponto, o que vai determinar o sucesso do aluno é o seu próprio comprometimento e disciplina.

Outra questão importante é que todo curso superior é avaliado e também validado pelo MEC, seja presencial ou EAD. Portanto, se a graduação que você escolher tiver aprovação do Ministério da Educação, certamente terá aprendizado.

2 – Não precisa estudar muito pra passar no EAD

Esta é mais uma das mentiras que se conta sobre os cursos EAD, inclusive de graduação. Pelo contrário: se você estiver esperando por um esforço menor, prepare-se para estudar mais. Estudar sozinho(a) requer organização e atenção para cumprir os prazos.

Sem esse comprometimento mínimo, sua graduação EAD se tornará um tormento e você não conseguirá obter a pontuação necessária para avançar pelas disciplinas.

3 – Qualquer pessoa faz uma graduação EAD

Em primeiro lugar, este é um grande mito sobre a graduação à distância. Assim como qualquer faculdade, é preciso prestar vestibular, seja através do Enem ou via prova presencial ou não.

Em segundo lugar, de fato, a graduação EAD, assim como cursos de Pós e de formação profissional, surgiu para levar o ensino superior onde não existem cursos presenciais. Ou seja: uma das premissas da graduação EAD é, sim, permitir que mais pessoas possam concluir um curso superior eliminando, entre outras, a barreira geográfica.

4 – Os alunos de cursos EAD não interagem

Em geral, todos os cursos de graduação à distância possuem fóruns internos e grupos de mensagens para que os alunos possam interagir tanto entre si e também junto aos seus professores e tutores.

Além disso, a maioria dos cursos EAD também promovem encontros presenciais em alguns momentos do curso, permitindo a interação dos estudantes. Em alguns casos, alunos que moram na mesma cidade costumam se reunir informalmente para estudar nos polos das faculdades ou em casa.

5 – Não é possível avaliar os alunos pelo EAD

Existem diversas ferramentas de avaliação de desempenho e participação dos alunos nos cursos de graduação EAD. O simples fato de logar na plataforma do curso e ir acompanhando os conteúdos já é avaliada, de forma automatizada, pela instituição de ensino.

Além disso, como já mencionado, a participação nos fóruns e a realização de tarefas, exercícios e trabalhos também é considerada. As provas feitas dentro da plataforma possuem tempo máximo para responder cada questão e, em algumas faculdades, existem as provas presenciais e a entrega do trabalho de conclusão de curso.

6 – O mercado de trabalho não gosta de EAD

Para as empresas, o que vale no seu currículo é a existência das características e experiências requisitadas para o cargo. Se a sua graduação foi feita presencial ou à distância não fará a menor diferença.

Conclusão

Não se deixe enganar por falsas ideias acerca da graduação à distância. A cada ano, ela vem se provando importante instrumento de democratização da educação, em todos os níveis. Além disso, mesmo num curso presencial, o aproveitamento será proporcional ao comprometimento do aluno.

Na Abracomex você encontra uma ampla variedade de cursos EAD, tanto na graduação, como na pós-graduação e cursos profissionalizantes. Visite, conheça e veja como a graduação a distância pode alavancar a sua carreira. Basta clicar aqui

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba

Assine nossa newsletter!