Brasil deve aumentar exportação para a China de proteína animal, frutas e café - Abracomex
Brasil deve aumentar exportação para a China de proteína animal, frutas e café
05/05/2021

O Brasil deve aumentar a exportação para a China de itens como proteína animal (carne e frango), frutas e café. O embaixador do país asiático no Brasil, Yang Wanming, afirmou que o governo chinês “está pronto” para atender a uma preocupação brasileira de elevar o valor agregado de suas exportações.

“Não se trata apenas de uma lição de casa brasileira, mas uma das prioridades para a nossa cooperação, para colocar a parceria em outro patamar”, disse o embaixador, durante evento online promovido pela Revista Exame em abril.

Com a sofisticação da dieta chinesa no momento em que a renda cresce no país após a crise imposta pela pandemia, há potencial para o aumento do consumo de carne bovina pelos asiáticos, ainda relativamente baixo. O Brasil, além de principal exportador de carne bovina do mundo, é líder global também em frango.

“Já somos os maiores importadores mundiais de carne bovina. À medida que a dieta se sofistica, o consumo de carne bovina dobrará nos próximos anos. Como fornecedor estável, o Brasil também verá suas vendas crescerem de forma constante”, afirmou Yang Wanming.

Confira 7 dicas de como fazer negócios com a China

A China também está expandindo suas importações de matérias-primas para ração animal, como o milho, e o Brasil praticamente não vende o cereal aos chineses. Somente em 2020, o país asiático comprou 11,3 milhões de toneladas de milho, mais do que dobro em comparação a 2019.

“Estima-se nos próximos anos que as importações de milho vão superar a marca de 30 milhões de toneladas”, comentou o embaixador, sinalizando que os brasileiros poderiam avançar neste mercado.

Outro segmento com grande potencial é o de frutas. Após abrir compras de melão brasileiro, a China está disposta a expandir a lista para abacate e limão. Com consumo relativamente baixo de café, Yang Wanming também vê o Brasil ganhando este mercado no maior país da Ásia.

“O café está conquistando a cada dia os jovens chineses, de maneira que o consumo cresce quase 20% ao ano, muito acima da média mundial de 2% ao ano. Ao Brasil, maior produtor e exportador café do mundo, basta se valer da estratégia de marketing adequada, e o café brasileiro certamente ocupará uma fatia maior na China”, ressaltou a autoridade.

O que o Brasil exporta para a China?

O Brasil tem na China o maior mercado para exportações de produtos agrícolas, principalmente soja e algodão. O país deseja vender para os chineses o farelo de soja.

Confira abaixo a lista dos 10 produtos mais exportados do Brasil para a China na atualidade.

1º – Soja (o Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo)
2º – Óleos brutos de petróleo
3º – Minérios de ferro e seus concentrados
4º – Celulose
5º – Carne bovina
6º – Carne de frango
7º – Ferro-ligas
8º – Algodão
9º – Carne suína congelada, fresca ou refrigerada
10º – Minérios de cobre e seus concentrados.

*Com informações da Época Negócios

Assine nossa newsletter!

    Aceito a Política de Privacidade
    Aceito receber informativos por e-mail, SMS e WhatsApp.
    Precisa de Ajuda?
    Fale Conosco!