Como lidar com o desemprego
28/10/2019

Em tempos de crise, há uma situação que assombra os brasileiros: o desemprego. Ver-se sem o sustento da sua família, as contas acumulando e sem nenhuma perspectiva de um novo trabalho é um verdadeiro pesadelo que, infelizmente, uma grande parcela da população enfrenta hoje. 

Mas é preciso ter calma. Talvez, seja aquela hora de reavaliar sua carreira, talvez seja o momento de mudar de mercado, enfim. O que não deve acontecer é o desespero. Você vai encontrar uma saída. Hoje, vamos compartilhar algumas dicas para ajudar a passar por esse momento.  

Fale sobre seu desemprego. Vai te ajudar e ainda pode abrir portas     

Muitas pessoas preferem esconder de familiares e amigos a situação que enfrentam. Às vezes por vergonha, por medo de serem julgadas. Seja lá qual for o motivo, saiba que manter segredo não é o melhor caminho. Neste momento você precisa de apoio. Além disso, ao conversar com as pessoas sobre o seu  desemprego, pode ficar sabendo de novas oportunidades de trabalho. 

  – busque contato com seus antigos colegas de faculdade;
  – faça ligações para ex-colegas de empresas anteriores;
  – ex-clientes podem ser uma boa fonte de referências suas para indicações à novas oportunidades.

Busque aumentar seu índice de empregabilidade 

Faça uma autoavaliação: você se contrataria para alguma vaga? Está preparado o suficiente? Existem muitas formas de melhorar o currículo e suas habilidades. 

Invista em uma nova graduação, busque olhar para outros setores e mercados. Coloque a leitura em dia, busque feiras e eventos relacionados à sua área de atuação. Faça cursos gratuitos, a internet está cheia deles. O importante é se movimentar. Você vai perceber que toda ação gera uma reação. E vai se surpreender com os resultados. Tem um monte de conteúdo bom disponível por aí.   

– faça cursos na internet;
– participe de feiras e eventos da sua área;
– leia os livros básicos e essenciais do seu mercado.

Desemprego: a resiliência será sua grande aliada 

A busca pelo novo emprego precisa ser diária. Sua jornada vai exigir esforço e paciência, mas não desanime. Se uma recolocação no mercado demorar a acontecer, talvez seja a hora de buscar algo temporário. Qual habilidade você possui que pode render dinheiro? Sabe cozinhar? Tem habilidades para pequenos reparos domésticos? Pode ensinar sua profissão para pessoas que querem aprender? Existem diversos casos em que esses trabalhos alternativos se transformaram em grandes negócios. As possibilidades são muitas quando você coloca sua mente para trabalhar a seu favor. 

– busque formas alternativas de trabalho;
– não desista de procurar emprego;
– faça um levantamento das suas habilidades e como elas podem ajudar neste momento.

Hora de apertar o cinto: você não sabe até quando vai durar o seu desemprego

Sabe aqueles 3 ou 4 cartões de crédito? Sabe aquela pizza de todo sábado à noite? Aquela saidinha com os amigos? Pois é, em um momento de crise, como uma situação de desemprego, algum sacrifício é necessário. Você não sabe quanto tempo vai durar essa fase e pequenas economias podem fazer uma grande diferença no final do mês. 

– cancele cartões de crédito;
– conscientize a família para economizar em casa (água, luz, gás…);
– evite comer fora de casa.

O mercado anda cada vez mais exigente e é preciso estar preparado para crescer e evoluir. E hoje você pode fazer isso com a flexibilidade de estudar quando e onde quiser. Conheça nossos cursos e esteja pronto para as mudanças que todos os setores tem passado ultimamente. Temos diversos cursos e um deles, com toda certeza é perfeito para os seus objetivos. 

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba

Assine nossa newsletter!