EAD vale a pena? Verdades e mitos sobre o ensino a distância
09/12/2019

A modalidade de ensino a distância, também conhecida como EAD, parece estar cada vez mais integrada à realidade dos brasileiros. Segundo dados do último Censo da Educação Superior (2017), realizado pelo INEP, o EAD aumentou 17,6% no Brasil e já atende a mais de 1,7 milhão de alunos.

Por se tratar de uma modalidade diferente dos sistemas convencionais de ensino, adequada ao estilo de vida moderno e às formas atuais de comunicação e interação, há muitas dúvidas sobre o seu funcionamento, seus benefícios e características.

Por isso, listamos aqui no blog uma série de verdades – e mitos – sobre o EAD para que você entenda tudo sobre esse sistema e descubra se realmente vale a pena.

“Posso organizar meus horários e desenvolver competências como responsabilidade e disciplina.”

É verdade. 

O grande diferencial dos cursos na modalidade EAD é justamente a flexibilidade de poder estabelecer horários de estudo que se encaixam no seu dia a dia. Cada um é responsável por seguir sua própria rotina de estudo e se “autovigiar”. Por esses motivos, as principais competências desenvolvidas por egressos de cursos EAD são a responsabilidade e a disciplina. São alunos que precisam ir em busca do seu conhecimento, organizando-se não só em relação a disciplinas e avaliações, como também em relação a sua aprendizagem e aquisição de conhecimentos. 

“O diploma vale menos do que um curso presencial”

É mito.

De acordo com a legislação federal, os diplomas dos cursos a distância não podem ser referenciados como tal e, portanto, têm o mesmo valor que os diplomas de cursos presenciais. Todos eles seguem um mesmo padrão. 

“A qualidade do ensino EAD é menor”

É mito.

Os cursos EAD, em geral, também passam por avaliações do MEC, portanto, uma dica importante é se informar sobre o desempenho da instituição de ensino nessa avaliação.

A Abracomex, além de ser uma instituição reconhecida pelo MEC e com certificação internacional, é também parceira do Grupo Educar Mais, que acaba de obter a sua certificação ISO 9001, garantindo ainda mais credibilidade e qualidade nos cursos que são oferecidos. 

Saiba mais: A importância da ISO 9001

“O EAD é uma ótima opção para quem já trabalha conseguir realizar uma especialização ou mesmo uma segunda graduação”

É verdade. 

Quando já estamos inseridos no mercado, iniciar um curso presencial – seja ele uma especialização ou mesmo uma segunda graduação –  pode parecer um objetivo bem distante. Ainda que o curso seja realizado fora do horário de trabalho, há vários fatores que podem dificultar a sua realização, tais como: 

  • problemas de deslocamento urbano, trânsito, transporte público insuficiente, entre outros;
  • mudanças na escala/carga horária de trabalho;
  • viagens a trabalho.

Por tudo isso, a modalidade de ensino a distância se mostra extremamente adequada para quem deseja se tornar mais competitivo no mercado, mas não pode ficar preso a espaços e horários rígidos. No EAD, o aluno define seus horários e pode estudar em qualquer lugar, até mesmo durante as viagens de trabalho, desde que tenha um computador e acesso à internet banda larga.

“O curso presencial tem mais professores disponíveis para tirar dúvidas do que os cursos a distância”

É mito. 

O professor virtual pode ser alguém de muito mais fácil acesso pelo estudante do que o presencial. Em geral, o aluno pode se conectar a qualquer hora ao ambiente virtual de aprendizagem e o professor costuma responder em até 48 horas. Além disso, podem existir outros canais de interação com os professores, como fóruns de discussão. 

Agora que já esclarecemos algumas dúvidas a respeito da modalidade de ensino a distância (EAD), você já consegue fazer uma avaliação se esse sistema se adéqua ao seu estilo de vida. Para te ajudar ainda mais nas suas decisões, fique de olho nesses e-books que preparamos especialmente para você:

Baixe agora o nosso material

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba

Assine nossa newsletter!