Exportação de frutas: qualidade para vender no mercado internacional
Exportação de frutas: qualidade para vender no mercado internacional
24/08/2019

As frutas brasileiras, com suas cores e sabores, têm o poder de encantar pessoas do mundo inteiro. E isso não é exagero. Os números do setor têm se mostrado cada vez mais favoráveis aos produtores e, o que é melhor, com boas perspectivas de aumento das exportações. 

De uma forma geral, o mercado internacional de frutas é muito interessante. Em 2018, os países importadores demandaram cerca de 95 milhões de toneladas, gerando uma movimentação de aproximadamente US$ 135 bilhões. Isso significa um aumento de 4,9 % em relação a 2017, segundo números  do International Trade Center (ITC) e um aumento de 18,5% em 5 anos, quando o mercado era de US$ 113 bilhões.  

É de olho nessa grande fatia de mercado que o Brasil trabalha para morder ao menos um pedaço. O país produz anualmente 44 milhões de toneladas de frutas. 

Segundo um levantamento da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados  (ABRAFRUTAS), as exportações brasileiras tiveram uma alta empolgante neste 1º semestre comparando-se com os números do ano passado: de janeiro a junho deste ano, houve um aumento de 21% em volume e 15% em valor. O destaque foi para a uva, que teve um aumento de incríveis 224% em volume, seguida pela banana com 57%, a manga com 56% e pelos melões, que aumentaram 39%. 

Aliás, você faz ideia de onde fica o maior polo de produção de frutas do país? Fica no Vale do São Francisco.

Quase a totalidade das mangas e uvas produzidas no Brasil e exportadas são produzidas lá. As condições climáticas da região favorecem muito a qualidade das frutas.  

Só por curiosidade, você saberia dizer quais são as frutas mais exportadas pelo Brasil? Os dados são de 2018, do Ministério da Agricultura e da ABRAFRUTAS, mas já nos dão uma boa ideia: Melão, manga, limão e lima , maçã e melancia. E quais são os países que mais recebem nossas delícias? Talvez a lista te surpreenda: Holanda, Reino Unido, Espanha, EUA e Portugal. 

Como você pode perceber, o mercado de exportação está cheio de oportunidades e para aproveitar cada uma delas esteja preparado. A Abracomex tem um monte de cursos que podem abrir seus horizontes. Dá uma olhadinha lá.     

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba

 

Assine nossa newsletter!

Aceito a Política de Privacidade
Aceito receber informativos por e-mail, SMS e WhatsApp.