O que é comércio exterior – Leitura obrigatória
08/01/2020

Já é sabido o quanto a globalização mudou o contexto da rotina de negociações. As fronteiras não são um impedimento para boas oportunidades diferentes e possibilidades. Por esta razão, compreender o que é comércio exterior é necessário e praticamente uma obrigação. As empresas estão gradativamente expandindo o seu mercado de atuação e pensando em exportação e importação. É justamente neste cenário favorável que o profissional de comércio exterior desenvolve estrategicamente a sua expertise e inteligência.

As perspectivas referentes ao mercado internacional têm impulsionado a carreira referente ao comércio exterior. Agregando habilidades, o profissional deve ter uma visão empreendedora incentivando o desenvolvimento do país.
A grande troca de mercadorias e tecnologia proporciona um avanço no crescimento do Brasil. Com novas oportunidades de emprego e aumento de conhecimento, garante um país com maior riqueza. E neste artigo iremos tratar justamente os pontos importantes do que é comércio exterior e suas áreas de atuações.

O que é comércio exterior?

Antes de identificar os pontos importantes do mercado, é preciso compreender a diferença entre comércio exterior e comércio internacional. Os termos parecem ser muito semelhantes e muitas empresas empregam como expressões sinônimas. No entanto, não se referem ao mesmo conceito.
Comércio Internacional refere-se às normas com o intuito de regulamentar as operações entre os países de uma maneira uniforme. Sendo o intercâmbio econômico-financeiro ocorrendo entre dois países (bilateral) ou vários países (multilateral).
Comércio exterior abrange as regras internas do país, como leis e o ordenamento jurídico. Como também as questões logísticas, financeiras, tributárias, de fiscalização, vigilância e qualidade.

Desta forma, podemos compreender que o profissional do comércio exterior atua na análise do mercado, obtendo conhecimento quanto às regras e legislação de cada país. Assim como acompanhar de forma próxima todo o processo de importação e exportação. A ideia principal de sua função está em mediar e facilitar a troca de produtos e tecnologia entre dois países.

A relevância do comércio exterior no âmbito nacional

Entender o que é comércio exterior vai muito além da área de atuação profissional. Compreender o quanto influencia no crescimento do país garante uma melhor visão quanto ao desempenho e responsabilidade profissional envolvida. A sua atuação influencia tanto no PIB como na Balança Comercial.
A Balança Comercial é estabelecida de acordo com as transações comerciais realizadas no exterior. O resultado do cálculo é estabelecido pela diferença entre importações e exportações. Podemos dizer que a balança está positiva e gerando superávit quando há mais exportações comparada às importações. Cenário ideal para um país, pois significa que o produto nacional está com forte presença no exterior, ou seja, tendo muitas vendas.
Já quando há mais importações comparado às exportações, obtemos uma Balança Comercial negativa, gerando assim um déficit. Uma vez que o país está comprando mais produtos do que vendendo no exterior.

Mercado e questões culturais no comércio exterior

Para poder atuar na área de forma eficiente e com qualidade, não basta apenas entender o que é comércio exterior. Esse é apenas o ponto de partida. Em todo o desenvolvimento de seu projeto há uma grande análise quanto ao mercado e a compreensão cultural de cada país com que pretende diminuir as fronteiras.
A todo momento é preciso identificar as necessidades de seus clientes, tanto no mercado interno como externo. Desta maneira, poderá verificar e encontrar novas oportunidades de negócios e as estratégias ideais para promover a compra e venda. Ter conhecimento em marketing, certamente, ajudará quem for atuar na área a largar a frente nessa corrida. Tendo melhor capacidade de desenvolver essa análise.
Cabe ressaltar a importância de conhecer e compreender a cultura de cada país com o qual pretende realizar negócio. O processo de venda, principalmente, deve ser realizado de acordo com os costumes e os valores do país comprador. Isso porque, caso esteja algum ponto em desacordo, o negócio pode ser quebrado e perderá o vínculo com aquele país.

Como por exemplo, por questões religiosas, os muçulmanos possuem um tratamento específico quanto ao abate de bovinos. Ou seja, na transação comercial com países muçulmanos, o tratamento da criação desses bovinos já deve ser diferenciada. A quebra do negócio pode ser efetuada, caso o país não concorde com algo.
Concluímos, então, que não basta apenas conhecer as leis e normas jurídicas. Estudar a cultura do país ou a local é imprescindível para as transações comerciais serem efetivadas.

Mercado de trabalho do comércio exterior

O Comércio Exterior é uma das áreas mais promissoras atualmente. Apesar das grandes batalhas comerciais entre Estados Unidos X China, a perspectiva nos próximos anos no Brasil é muito positiva.
Aqueles que buscam uma recolocação no mercado de trabalho ou possuem interesse em aprofundar os estudos, o comércio exterior é uma boa estratégia. A expertise e inteligência do mercado está em se manter nos estudos e atualizado quanto aos acontecimentos internacionais. Conhecer o mercado brasileiro é item básico, no entanto, é essencial compreender as mudanças no quesito internacional.
Quando falamos em comércio exterior, qualquer alteração ou eventualidade em um país pode influenciar diretamente na economia e forma de comércio. Como mencionamos anteriormente, se as fronteiras são diminuídas no contexto do comércio exterior, tudo está interligado.

Áreas de atuação

Atender o mercado de importações e exportações requer um profissional altamente qualificado. A busca por bilíngues é praticamente comum, uma vez que o trabalho depende de um bom entendimento e comunicação com outros países. Além disso, as empresas possuem preferência a profissionais com especializações, indicando a sua qualificação e aprimoramento.
Conforme a alta exigência quanto a formação do profissional, as principais áreas de atuação e boas oportunidades são:

Analista de mercado
A partir do momento que uma empresa pretender entrar e atuar em determinado mercado, precisa ter total compreensão. Nesse contexto, o analista de mercado começará a sua atuação. Dentre as principais funções estão:
Acompanhar os índices de importação e exportação;
Controlar o fluxo e documentos das operações;
Acompanhar os regimes cambiais e alfandegários;
Analisar os possíveis cenários, tendências de mercado e as oportunidades;
Fechamento de contrato das transações internacionais;
Realizar a orientação dos investimentos no exterior;
Promover um relacionamento com diplomacia tanto no âmbito empresarial, como governamental.

Consultor

Na busca de novas oportunidades, as empresas iniciam suas atividades em importação e exportação. No entanto, para desenvolverem transações seguras e com todo o respaldo necessários, os consultores em comércio exterior são reivindicados.
Uma área dedicada a diagnosticar e formular as melhores soluções para os processos dentro do mercado. Podendo estar englobado os setores de negociação, logística, qualidade, marketing e auditoria. O intuito está em analisar o mercado e as oportunidades, como também em assessorar em determinado setor para melhoria.

Gestão

O gerenciamento é realizado em todos os processos de importação e exportação. Cabe ao gestor verificar se as políticas da empresa e dos países envolvidos estão sendo respeitadas e cumpridas. O foco principal na gestão de comércio exterior está em possibilitar que as áreas desenvolvam seus projetos em sincronia. Além disso, desenvolve funções como:
Acompanhar os quesitos administrativos, logísticos e cambiais;
Planejamento dos departamentos;
Desenvolver um relacionamento com os atuais e novos fornecedores;
Administrar efetivamente a carteira de clientes;
Alinhar os interesses estratégicos e econômicos da empresa com os países.

Despachante Aduaneiro

Uma vez que falamos de transação comercial, também entramos no mundo da aplicação de tributos. Pensando em comércio exterior, os impostos, tarifas e taxas tornam-se muito mais complexos e importantes. O Despachante Aduaneiro é fundamental para que o desembaraço fiscal ocorra de forma rápida e eficaz. Evitando assim diárias desnecessárias em portos ou multas por atraso.

Podemos assim perceber que o comércio exterior interliga diversas áreas para poder agir no mercado. A busca do conhecimento e aperfeiçoamento é essencial para conseguir alavancar na carreira. Uma área profissional promissora e em busca de profissionais qualificados.
Conhecer os principais pontos do comércio exterior é o ponto de partida para uma carreira de sucesso. Quer compreender ainda mais sobre o mercado e os diferenciais da área?

Leia nossos artigos!

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba.

Assine nossa newsletter!