Aprenda agora a como tirar visto americano de negócios! - Abracomex
Aprenda agora a como tirar visto americano de negócios!
08/04/2019

Pessoas que trabalham com empresas estrangeiras ou que fazem negócios com o exterior comumente precisam fazer viagens internacionais para resolver pendências ou participar de reuniões e eventos importantes na área. Nesses momentos, o visto de negócios entra em cena.

Neste post, explicaremos para você o que é o visto de negócios, quais os documentos necessários e o que você deverá fazer para conseguir viajar sem nenhuma pendência com a justiça americana. Vamos lá?

O que é o visto de negócios?

Este documento permite que um cidadão brasileiro viaje para os EUA por até 10 anos para fins de trabalho. Para adquiri-lo, é necessário que a pessoa comprove algum tipo de vínculo empregatício com uma empresa brasileira.

Entretanto, é importante lembrar que o visto não permite que o cidadão more ou trabalhe nos EUA. Ele apenas poderá ser usado para fins pontuais de negócios, como reuniões ou palestras. Além disso, sua estadia não pode passar de 6 meses corridos, tendo que retornar ao Brasil depois desse tempo.

Documentos necessários para a emissão do visto

Para retirar o seu visto, você precisará de alguns documentos. É importante que você os consiga com certa antecedência, pois alguns deles podem demorar para serem feitos. A papelada necessária para emissão do visto é:

  • Dois passaportes: um com validade mínima de 6 meses e com pelo menos 2 folhas em branco, e outro com vistos americanos (expirados ou não) caso tenha;
  • Formulário DS-160 respondido;
  • Comprovante de pagamento da taxa MRV para visto americano;
  • Comprovante de conclusão ou frequência em uma instituição de ensino brasileira;
  • Profissionais liberais devem apresentar uma cópia de prova de capacitação (OAB, CRM, CREA, entre outras);
  • Carteira de trabalho original para comprovar vínculo empregatício;
  • Certificado de propriedade de algum automóvel seu ou do patrocinador da viagem;
  • Também é interessante levar uma carta do seu empregador informando qual será o seu período de estadia no país, local onde ficará hospedado e da empresa onde prestará serviço;
  • Foto 5×5  tirada nos últimos 6 meses.

Adendo: Menores de idade precisam de uma autorização dos pais em escrito, com a assinatura do mesmos e firma reconhecida.

Não é necessário levar todos esses documentos (o mínimo é apenas um passaporte, a ficha do formulário DS-160 e um comprovante de vínculo com o seu país de origem), mas quanto mais álibis que comprovem que você não é um imigrante em potencial, mais certa será a aprovação do seu visto.

Siga o passo a passo para conseguir o seu visto de negócios

O primeiro passo para tirar o seu visto é ter o seu passaporte, caso ainda não tenha. Depois, preencha o formulário DS-160, que pode ser feito online.

Após isso, você poderá fazer um agendamento com o Centro de Atendimento ao Solicitante de Vistos (CASV) e no Consulado ou Embaixada americana no país (ambos podem ser feitos pela internet) para ser entrevistado. Lembre-se de ter em posse a confirmação do formulário DS-160 e o número do seu passaporte.

As duas entrevistas não podem ocorrer no mesmo dia, e a sua visita ao CASV precisa ser antes da entrevista no Consulado.

Ao chegar o dia da entrevista ao Centro de Atendimento, vá com o formulário respondido, passaporte e comprovante de pagamento da taxa de MRV (será solicitado durante a realização da ficha).

Dica: Não é possível entrar com bolsas e mochilas no espaço, além de não ter um local para guardá-los por lá. Evite levar mais do que os documentos necessários, ou deixe o restante dos seus pertences dentro do carro.

Por último, é necessário comparecer no Consulado ou embaixada no dia marcado para a entrevista, levando o seu passaporte e a página de confirmação do formulário DS-160. Ao final da entrevista, você já saberá se o visto será concedido, negado ou precisará de uma análise mais profunda.

Caso concedido, só precisará esperar que o seu passaporte com visto seja entregue na localidade indicada na ficha.

Dica: É aconselhável comprar as passagens só depois de ter o visto em mãos, já que ele não é 100% garantido, mesmo com toda papelada em posse. Além disso, o valor da taxa não é reembolsada com a negação do visto, e o mesmo pode ocorrer no caso de cancelamento das passagens.

E então, tudo pronto para começar a sua jornada em busca do visto americano de negócios? É um processo que vai lhe render bastante experiência e networking estrangeiro!

Compartilhe este texto nas redes sociais e ajude seus amigos que também querem ir para os EUA.

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba

Assine nossa newsletter!

    Aceito a Política de Privacidade
    Aceito receber informativos por e-mail, SMS e WhatsApp.
    Precisa de Ajuda?
    Fale Conosco!