Educação em tempos de Coronavírus - O EAD mostra sua força - Abracomex
Educação em tempos de Coronavírus – O EAD mostra sua força
31/03/2020

O coronavírus não trouxe efeitos apenas para as pessoas infectadas pelo vírus, e sim para toda a sociedade. Por conta de seu alto grau de contágio, diversas localidades em todo o mundo optaram pelo distanciamento ou isolamento social. Diversos setores da sociedade foram indicados a fecharem, não sendo diferente com as escolas e universidades. A educação em tempos de coronavírus mostra uma realidade longe do presencial. Indicando o EAD (Ensino a Distância) como a solução ideal. O isolamento é social, mas isso não caracteriza que o aprendizado deva parar.

Conforme dados do Unesco, 1,5 bilhão de estudantes em todo o mundo tiveram suas aulas suspensas ou remodeladas. Esse número representa 87% de todos os estudantes do mundo. A ordem governamental de suspensão das aulas é uma iniciativa para tentar conter a disseminação do coronavírus. 

Ao olharmos os noticiários, vemos diariamente o número crescente de casos de contágio. São mais de 4 mil casos registrados no país, com perspectiva de aumento para os próximos dias.

Em isolamento e sem aulas presenciais, os estabelecimentos de ensino mudam a sua estratégia. A educação em tempos de Coronavírus têm adotado o formato em EAD. Uma alternativa para a continuidade do aprendizado. Opção encontrada tanto para ensino fundamental e médio, como para as universidades. 

Coronavírus no Brasil e no mundo

A suspensão em massa das atividades escolares foi uma das medidas básicas de prevenção colocadas pelo governo. Com o intuito de diminuir a pandemia, atitude, como vimos, presente em outras localidades no mundo.

O Ministério da Saúde divulgou que o Brasil registrou até a data de 30/03, 4.362 casos confirmados. Também foram registrados 141 mortes. A OMS (Organização Mundial da Saúde) registrou até essa data, 720 mil casos pelo mundo. 

A crise na saúde trouxe reflexos em diversos níveis, a guerra encarada mundialmente é contra o invisível: um vírus. Ameaçando o mundo todo a se isolar e permanecer remotamente em suas atividades cotidianas.

Alterar as aulas para o formato EAD é uma das alternativas de reduzir o contágio. No entanto, há medidas importantes a serem tomadas, como:

  • reforço e limpeza criteriosa de objetos e ambientes;
  • lavar as mãos com frequência;
  • cobrir boca e o nariz ao tossir e espirrar, com preferência de um lenço descartável; 
  • em caso de apresentar sintomas como febre, tosse e dificuldade de respirar, procurar um médico ou rede de saúde;
  • evitar locais com aglomerações ou grande movimentação de pessoas.

Educação em tempos de Coronavírus: EAD ganhando força

O Ministério da Educação publicou em 18 de março a autorização para a substituição das aulas presenciais por meios digitais. O Ensino a distância tornou-se a alternativa ideal para garantir que o aprendizado continuasse a ser desempenhado. 

A mudança de formato não é vista apenas no Brasil. Nos Estados Unidos, por exemplo, a alteração das aulas para EAD pode ser verificada na maioria das instituições. Grandes universidades como Harvard, Stanford, Yale, Berkeley e Columbia aderiram ao novo formato. Com previsão até o final do semestre.

Um dos grandes efeitos promovidos pelo coronavírus é a chance de experimentar mudanças. A possibilidade de fazer diferentes práticas costumeiras ou simplesmente mudar os hábitos. A educação em tempos de coronavírus também levanta esse questionamento. O Ensino a distância apresenta suas forças. Mesmo em um momento que exige paciência para a rápida adaptação.

As instituições de ensino reforçam que precisam nesse período emergencial utilizar ferramentas online para auxílio. Podendo fazer uso de e-mail, enquetes, skype, pesquisa em sites e redes sociais. Sugerindo, inclusive, que os professores utilizem o artifício para outras atividades. Como por exemplo, seminários, trabalhos em grupo e estudos de caso. 

É certo que, com a suspensão das aulas presenciais, o EAD é a melhor alternativa para os alunos. Garantindo a continuidade das tarefas, sem perda de conteúdo ou alteração de férias. Permitindo que o ano letivo seja cumprido conforme o programado pelas instituições de ensino.

Educação em tempos de Coronavírus: EAD

O Ensino a distância no Brasil é uma realidade dentro de instituições de ensino superior. Podemos verificar tal situação pelo aumento e superação de matrículas para EAD comparada ao presencial no último ano. De acordo com dados da consultoria Atmã Educar, o EAD pela primeira vez possui mais de 50% de matriculados comparado ao presencial.

O crescimento da procura por cursos EAD tem motivado grandes universidades a mudarem sua estratégia quanto ao aprendizado. Muitas instituições de ensino de nível superior estão alterando o formato para o estudo híbrido. Ou seja, com aulas presenciais e a distância. No entanto, as projeções elevam o crescimento do formato em EAD.

A praticidade para os estudos, assim como os descontos, motivaram o aumento de matrículas para EAD. Essa experiência promove uma grande vantagem para o Brasil em relação a educação em tempos de Coronavírus. As instituições que já possuem em sua grade aulas a distância permite uma melhor adaptação emergencial. 

Com o aumento da demanda, os estudantes e docentes já estão familiarizados com as funcionalidades do meio digital.

Instituições que possuem a experiência e vivência com EAD terão mais chance de sucesso na estratégia online. Uma vez que, não se trata simplesmente de uma chamada de vídeo por Skype,  mas de uma metodologia de ensino para reproduzir o presencial para o ambiente virtual. Conforme relatam educadores em todo o mundo.

Por outro lado, as instituições com foco totalmente em ensino a distância não perderão qualquer conteúdo. Uma vez que continuarão normalmente no processo de ensino.

Um dos aprendizados na educação promovidos pelo coronavírus é a possibilidade das instituições em repensarem seus métodos. Podendo superar a morosidade e tradições, garantindo uma implementação a novas tecnologias. A educação em tempos de Coronavírus aponta a mudanças de hábitos e priorização à inovação.

Ensino a Distância

O formato do EAD permite aos estudantes maior praticidade para o desempenho de seus estudos. Essa realidade não quer dizer que é fácil, pelo contrário, requer dedicação e foco.

As principais garantias para o Ensino a Distância são:

    • Flexibilidade;
  • Investimento com menor custo;
  • Disponibilidade em quase todo o território nacional;
  • Diploma com validade, desde que a instituição seja aprovada pelo MEC;
  • Oportunidade de desenvolvimento de habilidades.

Ganhando o mesmo peso que aulas presenciais, tem se tornado preferência entre os alunos não só durante o período emergencial. E sim, uma alternativa para conciliar os estudos com a rotina de trabalho.

A Abracomex possui experiência no assunto, por isso, sugerimos nesse momento atitudes e práticas para melhor aproveitamento do EAD. Com o isolamento social, as famílias estão desempenhando suas atividades em casa. Fato que pode contribuir negativamente para o desempenho das aulas.

Pensando nisso, separamos atitudes que podem fazer a diferença nesse momento:

  • Organize a sua rotina, anotando as tarefas e as metas diárias e semanais;
  • Tenha disciplina;
  • Atente-se para o cumprimento dos prazos;
  • Não subestime as aulas em EAD, elas podem ser mais difíceis do que imaginam;
  • Mantenha sua participação nas aulas com questionamentos e interação em fóruns;
  • Estabeleça um cronograma de estudo;
  • Tenha um lugar separado do ambiente agitado para estudo;
  • Evite distrações como televisão, redes sociais ou conversas;
  • Conheça a sua plataforma de estudo antes de começar o processo.

Pensando em aproveitar o tempo de isolamento? Conheça os nossos cursos de graduação e MBA! Uma grande alternativa para alavancar a carreira e crescer profissionalmente. Os nossos cursos são inteiramente EAD.

Direção,

Marcus Vinicius Franquine Tatagiba.

Assine nossa newsletter!

Aceito a Política de Privacidade
Aceito receber informativos por e-mail, SMS e WhatsApp.